O que é SEO?

Mas afinal, o que é SEO? Todo mundo fala do assunto, mas nem todo mundo sabe o que é.

Seguindo o conselho da querida Lila Rizzon, vou tentar explicar algo técnico de uma forma bem simples. Se você quer muitos termos técnicos, esse não é um texto pra você! 😉

Eu gosto de falar que SEO é uma ferramenta de interpretação de textos para os mecanismos de busca. Aqui, vou sempre me referir a eles como “Google”, ok?

Imagine que você foi convidada a visitar um hotel fazenda. Você começa seu texto falando que lindo o lugar era, que tinha monitores para as crianças, que tinha quartos espaçosos e que o restaurante tinha uma comida que é uma maravilha. Em todo caso, você, de dieta, aproveitou o dia para fazer uma massagem modeladora e ficou em dúvida se não iria fazer uma drenagem linfática. Então, nesse texto, você falou: de um local de passeio, de um restaurante, de um espaço para crianças, da sua dieta e da massagem maravilhosa. Agora, imagine que esse texto foi rastreado pelo Google e ele precisa “indexar” esse post para mostrá-lo quando alguém procura algo. Onde ele colocaria? O que é o mais importante nessa história toda?

Exatamente aqui entra o trabalho de SEO (Search Engine Optimization): você vai definir para o Google qual é a palavra-chave do seu post e quando ele deve aparecer para alguém que está procurando algo. O Google tem trabalhado duro para que os resultados das buscas sejam cada vez mais úteis. Importante dizer que 75% de todos os cliques das buscas são nos 5 primeiros resultados que aparecem na primeira página! Já foi o tempo em que você tinha que navegar pelas outras páginas para encontrar o que queria, e isso é um resultado direto dessa preocupação do Google em criar um algorítmo que indexe as páginas com o resultado mais relevante. Nos últimos cursos do Google, eles falam que querem que você encontre algo que procura mesmo sem saber exatamente como descrever na busca!

Dito isso, no caso desse seu post, você deve se perguntar quando ele será útil para quem procura algo. Talvez você pense que o nome do hotel é o mais importante. Ou o fato de ter monitores para as crianças. Ou ainda, o fato de ter um spa ou um ótimo restaurante. Sinceramente, se alguém procura por “restaurante” ou “restaurante para a família”, você acha que seu post seria interessante? Talvez não. Talvez você chegue a conclusão de que o seu post será mais útil para famílias com crianças por ter monitores que cuidam delas enquanto os pais relaxam. Então, você fica em dúvida se a palavra-chave deve ser o nome do hotel ou “hotel”.

Como decidir? O melhor pontapé inicial para essa decisão é no Google Trends. Lá, você poderá ver quantas buscas acontecem por “Hotel Tal”, “hotel na cidade tal” ou apenas “hotel”. Uma palavra-chave curta como “hotel” vai ter muitas buscas, mas também terá uma concorrência enorme! Nesses casos, deve-se buscar palavras-chaves mais longas. Algo como “hotel para famílias” ou ainda “final de semana com crianças pequenas” e outras variações. Verifique quantas buscas cada uma dessas palavras-chave tem:

google trends

Na tela acima, você pode ver que “Hotel para famílias” (em azul) tem sido mais buscado nos últimos anos, salvo durante um curto tempo no final de 2014, quando “viagem com crianças” passou.

Lembrando que o número ilustra o volume de buscas e não um número exato. Mas dá pra você ver o que as pessoas buscam e escolher essa busca como sua palavra-chave: “hotel para famílias”. Ah: no texto você pode usar sinônimos, então, pode colocar como palavra-chave “hotel para famílias” e em algum ponto no texto falar sobre como foi legal a sua “viagem com as crianças” e como o hotel ficou na sua lista de melhores “passeios com crianças”! Só não vale colocar essas palavras aleatoriamente! O texto precisa estar bem escrito. Antes de pensar no Google, você deve pensar nos seus leitores.

Deu pra entender mais ou menos qual é a intenção do SEO? É claro que ele deve ser feito de forma consistente em todo o seu site e também levando em consideração a “palavra-chave” que deve representar o seu site (como você quer que seu site seja encontrado?) e suas categorias principais.

O ideal é escolher 3 assuntos principais e focar em subir nas buscas neles. Se alguma palavra-chave que você gostaria de usar tem uma empresa (ou empresas) muito forte, seja mais específico. Não tente concorrer com empresas que gastam milhares de reais para estar no topo das buscas, nem tentar aparecer com artigos que falam apenas “levemente” sobre o assunto. O Google leva em conta muitos elementos para definir a sua posição nas buscas.

Não existe mágica! Existe técnica e muito trabalho.

Isso é apenas uma introdução. Caso queira saber mais, entre em contato!