Porque você não deve convidar a sua mãe para curtir a sua página no Facebook

Mais “likes” para a sua página no Facebook. Mas não qualquer “like”.

É claro que o título é um exagero, mas eu gostaria de falar um pouco sobre a importância de ter fãs qualitativos na página e a diferença que isso pode fazer para o seu negócio!

Uma simples busca vai ensinar você a convidar todos os seus amigos e listas para curtirem a sua nova página. Parece uma boa idéia, afinal, você tem lá mais de 400 amigos, familiares, ex-colegas de trabalho, faculdade, ginásio… vai trazer bons números para a sua página. Na verdade, parece uma ótima idéia, mas não é! Principalmente se a sua página tem a intenção de vender um serviço ou produto para um público bem específico (mulheres empreendedoras, mães, fãs de certo time de futebol, etc).

Recentemente fui convidada a participar de grupos de mães, de parto natural, de amamentação, shantalla (massagem para bebês) e grupos de emagrecimento. Claro, eu poderia ir lá “curtir” e depois simplesmente ignorar ou esconder as atualizações na minha Timeline, porque não sou mãe, não tenho nenhum bebê perto de mim e sou (e sempre fui) magra. Só que eu não faço isso por respeito aos meus amigos e clientes que me convidam com carinho. Sei que muitos convidam no “embalo” de convidar todos os amigos, mas quem não faz parte do perfil da página deveria simplesmente “passar” o convite.

Quando uma postagem é feita no Facebook, ela vai atingir em média de 3 a 5% do total de fãs da página. Imagine agora que sejam atingidos justamente os fãs que não têm o menor interesse na conversação que está acontecendo. O resultado? Uma página sem interação, sem curtidas, sem comentários. E zero retorno para o seu negócio.

Por isso, é sempre bom seguir algumas regrinhas básicas:

  • Faça uma restrição de país se o seu negócio é uma loja on-line, consultoria ou qualquer outro negócio que não vai atender clientes no exterior;
  • Convide amigos e familiares que tenham alguma sintonia com o seu negócio;
  • Quando investir em campanhas pagas, faça uma restrição ainda maior: escolha o público-alvo de acordo com seu local de residência, sexo, idade e interesses;
  • Se notar muitas curtidas de usuários que já não existem (e não vão interagir com seu negócio), o jeito é aguardar a limpeza que o Facebook faz de tempos em tempos. Teve uma em março. Aqui a explicação deles.

Então é isso: o Facebook não é um jogo onde mais pontos (fãs) valem mais. Aqui, valem muito mais os fãs que são seus clientes! Eles que vão apoiar a sua empresa, compartilhar as suas novidades e esperar ansiosos pelo próximo post.