Presença Digital: antes de tudo, defina sua estratégia

Com a nova enxurrada de profissionais de SEO, mídias sociais e marketing digital, cada vez mais eu vejo blogueiros e empresas seguindo dicas que não funcionam ou que funcionariam apenas se fossem bem aplicadas.

Estratégia

O erro mais comum é não ter uma estratégia clara quanto à sua presença digital. Não ter em vista quem você ou sua marca são, quem são os clientes e como se destacar na imensidão da internet. Defina seus objetivos a curto, médio e longo prazo, sempre tendo em vista o seu branding: a imagem do seu negócio.

Então, antes de criar o seu site, tente entender algumas razões para estar na rede:

  • Marcar presença;
  • Criar relações;
  • Informar sobre o seu negócio;
  • Servir melhor seus clientes;
  • Atrair mais atenção;
  • Distribuir informações;
  • Vender;
  • Para ir de encontro a um nicho;
  • Ter um canal para sanar as dúvidas mais frequentes;
  • Ter um canal de atendimento 24 horas;
  • Ouvir de seus clientes como tem sido seu atendimento;
  • Testar mercados;
  • Atingir outros veículos de comunicação;
  • Atender melhor o mercado local, etc…

Faça uma lista. O que você quer estabelecer com o seu site?

Branding

O que sua marca representa? Quem ela atende? Imagine sua imagem ou a de sua empresa como uma personagem: ela deve ter personalidade, valores, uma história e uma missão. Pense sempre em contar sua história e pense nessa personalidade ao gerar qualquer material. Isso vai garantir consistência visual e o mesmo discurso em todas as mídias. Se você tem uma equipe trabalhando com você, deixe claro que todos conhecem bem quem é essa personagem.

Aqui, entendendo melhor a marca, você poderá estabelecer os canais de marketing que servirão melhor para manter contato com o seu público. Pequenos negócios não precisam ter presença em todas as redes sociais que existem! Entenda o papel de cada uma e use da melhor forma. Uma marca bem trabalhada ajuda a envolver, atrair e manter clientes.

SEO / Marketing Digital

Não entendo porque a pessoas começam a otimizar os sites para as buscas sem ter uma estratégia. Usam tags h2 ou repetem à exaustão as palavras-chave apenas porque o plugin precisa mostrar uma luz verde ou ainda apenas usam palavras-chave que se adequam a um artigo, mas não à mensagem do site como um todo.

Além disso, otimizar o site para as buscas não deve ser a sua única estratégia de marketing digital! Pense em formas de retenção de clientes, contato, anúncios, e-mail marketing… Não vale criar uma lista de e-mail e apenas enviar pro cliente uma cópia do seu último post. Qual é a relação que você está criando com ele dessa forma? As redes sociais não são um monólogo.

Antes de encerrar eu queria escrever um pouco sobre o plugin do Yoast, que “sinaliza” quando um post está adequado em termos de SEO: ele é apenas um guia! Tente entender o que cada item significa antes de ficar satisfeito ou frustrado com um sinal verde ou vermelho. A internet está cheia de bons tutoriais de SEO e existem dezenas de cursos. Se informe e faça testes A/B. Nada me convence mais do que números que vão de encontro com meus objetivos! Eu gosto muito mais de ter poucos likes e clientes satisfeitos que confiam no meu trabalho, do que milhares de likes e nenhum e-mail perguntando quanto custa minha hospedagem ou quanto cobro pra fazer um site ou dar um curso.

E, se o seu objetivo é audiência, o melhor é criar um diálogo com seus leitores, contar uma história e ouvir as deles. Por isso que sites “de nicho”, onde a blogueira realmente vive o que ela conta tem mais resultados do que um site que simplesmente joga releases ou notícias que todo mundo tem. Pense nisso!